Maguito Vilela - 600 x 450
(Foto: Reprodução)

Em conformidade com a Prefeitura de Goiânia, o CROGO decretou luto oficial de sete dias, na sede em Goiânia, em respeito ao prefeito licenciado Maguito Vilela, que morreu na madrugada desta quarta-feira, 13 de janeiro de 2021. Não haverá a paralisação das atividades no CROGO.

Maguito Vilela estava em tratamento e lutava, desde outubro passado, contra as complicações ocasionadas pela Covid-19. Aos familiares e amigos de Maguito Vilela, os nossos mais sinceros sentimentos.

O então candidato a prefeito de Goiânia testou positivo para o novo coronavírus em 20 de outubro de 2020. Dois dias depois, foi internado em um hospital de Goiânia e depois transferido para o Hospital Albert Einstein de São Paulo para continuar o tratamento. Logo em seguida, realizou o teste de coronavírus na UTI, em 3 de dezembro. Após testar negativo, ele foi transferido para um leito de UTI comum do hospital, porque não estava mais com o vírus no organismo.

Nos últimos dias, Maguito Vilela estava em tratamento específico para controlar infecções pulmonares, com antibióticos, e também com medicamentos vasoativos para controlar a pressão arterial de forma artificial. A morte foi oficializada pela unidade de saúde, em São Paulo, às 4h10, depois de uma batalha de mais de 80 dias contra as complicações da Covid-19.


Lucielle Bernardes
Assessora de Imprensa do CROGO
(Com informações do portal da Prefeitura de Goiânia - www.goiania.go.gov.br)
Em 13.01.2021